Melhor
Coordenador
Noobzinh4
Melhor
Administrador
LucasZara
Melhor
Locutor
-Salvatori
Melhor
Promotor
xXYaguinhoX
Melhor
Jornalista
-p.Vinicius.q-
Melhor
Webmaster
Assuntos calóricos
#EternaBaccons
37
#BacconsAberta
20
#1
7
#ForaCamile
5
#EuSouFloopada
5
Baccons destaques
Deejayma9359
Destaque gorduroso de toda a Baccons Beta, com 16573 gorduras!
Baconrelli
Um recadinho da Baconrelli para toda a equipe: vocês arrasaram!
Ranking de audiência
Ranking do fórum
Emblemas recentes
Link-nos
Notícia: Escândalos de pedofilia no Habbo Hotel
Postado por: [email protected][email protected] em 03/05/2018 17:58 na Categoria: Reportagens

 

Hoje em dia, todos com acesso a internet podem se deparar com pessoas má intencionadas, que utilizam de má forma este produto, como hackers, ladrões e até mesmo pedófilos. No Habbo Hotel não é diferente, — e vendo por um lado, temos uma moderação automática, que no caso aparenta ser mais frágil ao identificar esse tipo de jogadores — milhares de usuários novos e antigos acessam diariamente todas as comunidades do mundo, estando sujeitos a qualquer situação constrangedora ou até mesmo criminosa. 

Lamentavelmente, para você criar uma conta no Habbo Hotel é extremamente fácil, o que leva várias crianças que navegam na internet livremente sem acompanhamento dos pais a se registrarem. Embora a Habbo Etiqueta proíba o cadastro de pessoas com menos de 13 anos.

Tendo a noção de que crianças consomem o jogo, vários pedófilos entram no Habbo Hotel para explorar seus usuários. Eles compram moedas e assinaturas HC e oferecem em troca do contato das crianças em midias sociais como o Skype, WhatsApp, Facebook e entre outros quais podemos usufruir livremente da câmera. E - infelizmente - conseguem os contatos burlando o filtro "bobba" através de scripts maliciosos que tem a intenção de prejudicar o bom andamento do jogo.

O maior problema talvez esteja no momento da denúncia, muitas vezes ignorada. Consequentemente, nada acontece, pois já não há moderação para resolver o caso.

Parecido com o caso apresentado acima, o jornal britânico Bournemouth Echo expôs um caso de pedofilia que aconteceu dentro do Habbo Hotel, veja a seguir:

 

 

Casos de Pedofilia

 

Em 2010 um jovem britânico chamado Daniel Roberts começou a jogar o Habbo Hotel com 17 anos, parou e voltou ao jogo com 23 anos (2015) e começou a procurar por garotas que acessavam o hotel em busca de diversão e entretenimento. Após encontrar uma menina de 14 anos, ele manteve contato com a garota até que conseguisse uma de suas redes sociais, o Skype, que durante suas conversas, ele demonstra seu comportamento violento, incitando a jovem ligar sua webcam e fazer coisas obscenas. Daniel gravou todo o ato da garota, e ordenou que ela fizesse mais, caso contrário iria compartilhar a filmagem da ação. A vitima, fez o que lhe foi pedido, sendo gravada novamente.

Não há informação de como a garota fez a denúncia, mas, no dia 5 de maio do ano passado (2017) a polícia invadiu sua casa e levou seus computadores e outros eletrônicos. Após dias de investigação, foi descoberto que ele "ordenou" as meninas terem aquela atitude, recuperando várias mensagens da época. Foi identificada ainda mais uma vítima, e acredita-se que existam outras seis, devido a gravações encontradas em seus aparelhos. Além disso, foram encontrados conteúdos pornográficos infantis em sua máquina. 

Daniel admitiu que incitou cerca de sete meninas a fazerem o que ele pedia, também obrigou uma criança a ter atividades sexuais com ele. Roberts foi condenado ainda esse ano (2018) à quatro anos de prisão e uma ordem de prevenção de danos sexuais indefinidos. O juíz da ação declarou que as vítimas nunca iriam esquecer do trauma passado na internet.

 

 

 

2012

 

 

No ano de 2012 a Sulake enfrentou um de seus anos mais sombrios. Com a ascenção de Paul LaFontaine a presidência da empresa, ele promoveu diversas campanhas, como a centralização dos escritórios na Europa e a demissão de vários gerentes em todas as comunidades do mundo. 

Ainda no mesmo ano, um canal de TV Britânico começou uma investigação de dois meses no Habbo Hotel. Na mesma eles se passaram por uma menina de 11 anos, que conseguiu marcar vários encontros sexuais, incluindo pedidos de webcam. A reportagem foi ao ar dia 12 de junho de 2012, uma terça-feira.

Um dia depois da reportagem (dia 13), Paul LaFontaine promoveu a campanha "The Great Mute", conhecida como "Global Mute" no Brasil. O que fez com que todas as comunidades do mundo ficassem mutadas por quase um mês, no chat aberto, minimail, console e mensagens da home, até que a investigação policial se encerrasse. Era isso ou o Habbo seria obrigado a fechar suas portas. 

Mesmo com toda a repercussão, a Sulake recebeu apoio dos usuários, que lotaram todos os quartos públicos e até mesmo salas criadas por eles mesmos, com tochas acesas. 


 

Ao final das investigações e na normalização dos chats, foram distribuidos dois prêmios aos usuários: um emblema e um troféu.

  

 

 

Casos: Alex Nicholson e Matthew Leonard

 

 

Ainda em 2012, um rapaz chamado Alex Nicholson de 24 anos de idade foi preso pela polícia do Reino Unido acusado de aliciar menores de idade, jovens e adolescentes, dentro dos hoteis espalhados pelo mundo. A prisão foi realizada em um domingo, dia 19 de fevereiro. 

O aliciador foi descoberto pela mãe de uma vítima, que, ao ligar a tela do monitor, viu um contato no Messenger, e, já desconfiada, decidiu verificar. Era Alex, que, no momento do flagra, estava mostrando suas partes íntimas. A mãe da vitima desesperadamente denunciou o homem para a polícia local, que o capturou certo tempo depois.

No computador de Nicholson foram encontradas mais de 63.000 imagens pornográficas, das quais 500 eram de menores de idade. O delegado que estava a frente das investigações disse que as vítimas relataram que foram convencidas pelo mesmo a mostrar suas partes intimas por meio do chat do Habbo Hotel. Os menores também disseram que Alex ofereceu-lhes mobílias raras, assinaturas VIP e moedas em troca das fotos. E mostrava-se uma pessoa confiável.

O caso de Matthew Leonard também aconteceu em 2012,  ele foi condenado a sete anos (na qual ja cumpriu cinco) de prisão após fazer crianças retirarem suas roupas em frente de webcams e também por chantagear algumas a cometer atos sexuais por troca de mobílias raras. Somente para este caso foram registradas 80 vítimas, porém existem muitas mais atualmente no Habbo.

 

 

RPGs: "xose", o famoso cybersexo

 

 

Os RPG's (jogos em um ambiente virtual que simulam sagas como Harry Potter e/ou outras coisas) sempre foram uma parte importante do Habbo Hotel, tanto na economia do jogo quanto na diversão e entretenimento dos usuários. No entanto, atividades ilícitas ocorrem dentro dessa área que é destinada para menores de idade, coisas que a Habbo Etiqueta e os Termos e Condições proíbem. O famoso CyberSexo em RPG's tem a palavra "xose" como definição, contrariando as duas sílabas da palavra "sexo". Esse ano (2018) foi descoberto em um grande escândalo que um usuário chegou a se suicidar após ter imagens sobre seu cybersexo vazadas em seu Facebook pessoal. 

A atitude do garoto era composta por interpretações insinuando uma relação sexual dentro do Habbo Hotel - burlando o filtro bobba adicionando mais algumas letras na palavra. Como não temos moderação para atender as denúncias, nada podia se fazer contra o ocorrido. 

O Jornalismo da Baccons apurou com correspondentes rpgistas, que os RPG's vendem alguns privilégios em seu jogo por câmbios ou raros, em alguns casos os responsáveis pelo RPG trocam privilégios por fotos mostrando as partes íntimas do jogador/a. Apuramos também que uma boa parte de usuários que frequentam esta atividade no jogo são maiores de idade, gerando mais alguns casos de pedofilia.


 O caso das polícias do Habbo Hotel

 

 

 

O Habbo Hotel como noticiamos logo acima, é um jogo gratuito, mas precisa ter mais de treze anos para poder jogar. Embora seja regra, a maioria dos usuários que acessam não estão acima da faixa indicativa.

As polícias do Habbo Hotel são "RPGs" que também dão um grande movimento econômico e de entretenimento. Embora seu propósito é trazer diversão, algumas pessoas que frequentam esse lugar podem adquirir facilmente cargo alto comprando com moedas. Crianças inocentes que usam esta atividade para diversão acabam sendo seduzidas pelo superior, que com algumas moedas e promoções no "RPG", faz uma troca de fotos íntimas. Além desses casos, existe também a compra de cargos altos na polícia com fotos íntimas.

Tudo isso é pedofilia e, infelizmente, sem uma moderação humana não há muito o que se fazer.

 

Atualmente

 

Em 2017 perdemos a moderação humana, que foi substituida por um sistema inteligente acompanhado de diversos erros.

Infelizmente, hoje o acesso de pedófilos no Habbo Hotel tornou-se mais fácil, por conta de falhas no sistema de moderação, como explicado no decorrer do artigo. Nosso desejo é apenas uma segurança mais eficiente para o bem estar de todos os jogadores.

 

A pedofilia não existe somente no Habbo Hotel, ela está em toda parte. Em todas as redes sociais, em todos os jogos. Na sua cidade, na sua escola ou faculdade, e às vezes (infelizmente) até mesmo na sua família. Lamentavelmente, nós humanos não evoluimos ao ponto de superar esse erro, esse trauma da sociedade. 

Ainda em 2018, milhares de casos que envolvem machismo, homofobia, xenofobia, racismo, estupro, pedofilia e outros preconceitos chegam em todas as delegacias do mundo, e, em vez de retroceder, as estatisticas só aumentam. Há muito o que se fazer para um melhor convívio entre nós humanos, então, se mobilize, procure, escute, ajude. 

 

Uma criança, um adolescente explorado pode estar em qualquer lugar, na sua rua, no seu grupo de amigos, na sua família. E imagina só? Ela não vai estar lá por muito tempo. Ajude. Denuncie. Não tenha medo. Ligue 100.

 


  

Publicidade
É necessário estar logado para comentar em qualquer área do nosso site!
Caso você ainda não possua uma conta, você pode criar uma clicando aqui.
Comentários (11)
Caralho, artigo foda, Camila, é muito doído pra mim dizer isso, mas você mandou muito bem. E pau nos vagabundo.
Por: Howper em 08/05/2018 19:49
Gente, que pesado... Bateu até uma bad aqui ao ler. Parabéns mesmo a quem escreveu o artigo, tá incrível!
Por: ErickFantii em 06/05/2018 23:50
ja acostumei
Por: Milili13 em 06/05/2018 21:27
Infelizmente isso é mais comum do que imaginamos, mas adorei a noticia, parabéns
Por: yNath em 06/05/2018 01:36
Parabens pela noticia, pode nos informar sobre ocorridos antigo e recentes, e espero que ela ajude muita gente!
Por: HenriquePS2002 em 04/05/2018 22:21
muito triste ver que isso acontece até no habbo =/
Por: Kestin em 04/05/2018 17:37
Lembro quando se deu o caso de pedofilia :( sem chat durante um tempo :( Esperemos que melhorem a segurança dentro do jogo
Por: Notificadu em 04/05/2018 11:56
Infelizmente coisas como essas ainda acontecem, é um problema grave.
Por: Deejayma9359 em 03/05/2018 19:30
nossa senhora dos ceus
Por: TiagoWisley em 03/05/2018 18:45
Artigo maravilhoso, muito bem desenvolvido, que traz realmente um assunto de suma relevância atualmente, diante de tantas coisas que temos vistos em sites e jornais. Parabéns!
Por: SpriteZer0 em 03/05/2018 18:44
espero que eles invistam em uma moderação segura e que tenhamos um futuro melhor nesse jogo. Todos tomem muito cuidado com a atual situação do Habbo e denunciem gente! É SÉRIO.
Por: [email protected][email protected] em 03/05/2018 18:29
Copyrights © 2014 - 2019 | Baccons. Todos os direitos reservados a este site da web. Este site não
é de propriedade ou operado pela Sulake Corporation e não é parte do Habbo Hotel®.
Design: ,Nandu
Codificação: Bromarks
Programação: Sr.Colla
21